.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-02-02

 

O "fabrico" de teses universitárias

O DN dedica o ACTUAL 2 de hoje a Teses de doutoramento à venda por 50 mil euros.
Seria altamente injusto generalizar esta situação. Seria injusto até porque conheci e conheço doutorandos que levam a sério, diria, às vezes até em demasia, a preparação da sua tese.

Mas, por razões profissionais, há algum tempo e por trê vezes em anos sucessivos integrei uma equipa bem diversificada, incluindo professores universitários, jornalistas e técnicos, que se debruçou sobre a análise de algumas teses que tinham servido de prova na aquisição do grau de Mestre com o objectivo de selecionar a melhor para atribuição de prémio e respectiva edição e, de facto, toda a equipa "se contorcia" pela má qualidade generalizada das mesmas, não se percebendo como aqueles trabalhos tinham sido aprovados. Houve um ano em que a equipa não seleccionou, entre 20 candidaturas, nenhuma tão má era a sua qualidade.

Ora isto não abona em favor das nossas universidades. De nenhuma, pois atenção, o trabalho de selecção que fez a equipa incidiu sobre teses de várias universidades no domínio do económico e do social.

Esta situação dá que pensar: mas desde logo o amadorismo do processo; escolha de orientador, escolha de júri. Que tempo, meios e incentivos tem esta gente para seguir e acompanhar um doutorando?

Por aqui também passará certamente a Nova Universidade.

Comments:
Lamento profundamente esta realidade que, efectivamente, não pode ser generalizada! Lamento-a pelo respeito que me merece uma investigação honesta, pelo imenso e impagável trabalho e pela dedicação absoluta que requer e exige uma produção desta natureza... mas, talvez pela informação que este post nos permite, possamos compreender como é que, apesar do número e dos lugares que muitos vão ocupando na "escada" institucional, a falta de cultura e a ineficiência caracterizam ainda até as designadas "elites" no nosso país... por alguma razão teria que ser, claro!... e é pena!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?