.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-03

 

OBAMA soma e segue

O NYT anunciou ontem que o presidente Obama (47 anos) enviou em mão ao presidente Russo Dimitri Medvdev (44 anos), há três semanas, uma carta secreta que revela uma reviravolta de 180 graus na ressuscitada política de guerra fria e provocação do governo de W.Bush ao anunciar a disposição de desistir da instalação da base mísseis na Polónia e dos radares correspondentes, a estacionar na República Checa, em troca de uma cooperação da Rússia nos esforços para impedir o Irão ao acesso da arma nuclear.

O presidente russo afirmou entretanto que o desarmamento (das bases militares na realidade contra a Rússia) não deve ser ligado ao Irão mas esta medida conduzirá seguramente a Rússia à cooperação com os EUA contra o armamento nuclear do país dos Ayatolas.
Esta decisão de Barak Obama tem enormes consequências para a paz evitando uma nova corrida aos armamentos e para a estabilidade das relações da União Europeia com a Rússia cujo petróleo e especialmente gás são necessários à Europa que deixa assim de ver subordinados os seus interesses aos da política hegemónica da América de Bush. Ver tb El País

Etiquetas:


Comments:
Uma grande derrota para a UE, se este entendimento se der, pois a UE deixou-se enrolar pela conversa do Bush e não foi capaz de dizer não.
 
O Irão vão ser o grande problema de Obama na politica externa. Vamos ver se ele arranja maneira de dar a volta ao problema.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?