.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-02

 

Obcecados com o sexo

"A Igreja, através dos Bispos, veio considerar a homossexualidade na idade adulta, como uma “perturbação da identidade sexual”. A notícia apanha certamente de surpresa todos os técnicos de saúde mental, que desde os anos 70 reafirmam a identidade sexual como uma característica pessoal, como tantas outras. ...A “perturbação da identidade sexual”, do ponto de vista da saúde mental, refere-se a uma efectiva “perturbação na identidade” e não à homossexualidade per si. Esta erudição da Igreja sobre matérias da sexualidade humana surpreende-me sempre muito!
Quando profissionalmente nos tornamos especialistas em alguma coisa (como creio ser o caso dos senhores Bispos em matéria de religião) torna-se-nos confuso ver especialistas estenderem o âmbito da sua “especialidade” à conversa do cidadão comum à mesa do café. (...) Passo a vida a dizer aos meus alunos que o objectivo do estudo universitário é um aumento da qualidade do pensamento em relação ao senso comum e, para ser coerente, sendo eu técnica de saúde mental há 30 anos acharia incompreensível servir-me deste estatuto de especialista para mandar opiniões sobre a “perturbação da identidade sexual da alma”.
Então senhores Bispos?
Por mim podem estar contra ou a favor do casamento entre homossexuais, (...) mas não dêem justificaçôes destas, tão incorrectas e tão fora do âmbito da vossa competência!"
Margarida Gaspar de Matos, Psicóloga, Prof a Universitária Cruz Quebrada
_____________
Aqui está uma "carta ao director" (daquele jornal de que falo no post abaixo) de quem sabe o que diz. E diz bem.

Etiquetas: ,


Comments:
Por mim se quiserem tirem cópias da carta que não me importo de ir durante 2 domingos distribuir na saida da missa cá do bairro.

JN
 
Muito bem. Olha que conto contigo!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?