.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-07-05

 

Joaquim Vieira provedor do leitor do PÚBLICO

Não é nada meigo para com José Manuel Fernandes, director do mesmo jornal.

Joaquim Vieira reage ao comportamento indigno que José Manuel Fernandes teve no tratamento dado aos diferentes manifestos, conhecidos por "manifestos dos economistas" , que foram divulgados nestes últimos dias sobre o papel do Estado e os grandes projectos públicos.

José Manuel Fernandes portou-se como é seu timbre: um grande sectário que não informa, faz política, rasgando as normas do jornalismo.

Tanto assim foi que o próprio Provedor intitula a sua análise com a seguinte frase:

"Responder a opiniões antes de as noticiar soa ao provedor como as guerras preventivas de GeorgeW. Bush". Foi exactamente isso que fez José Manuel Fernandes: Entrou ao ataque ao documento dos 51 sem antes o ter divulgado. É evidente o Provedor teve muitas reclamações.

Uma boa frase cuja comparação encaixa bem em José Manuel Fernandes.


Comments:
Meus Caros, a propósito do Prémio Lemniscata, passem,pf,no Praça Stephens.Abraços.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?