.comment-link {margin-left:.6em;}

2005-07-31

 

LIGAR PORTUGAL

Para mobilizar a sociedade de informação e do conhecimento, José Sócrates anunciou, 6ª feira passada, em Aveiro, o investimento público de mil milhões de euros até 2010. Peça do "Plano Tecnológico", este programa visa "oferecer" aos estudantes do secundário, um computador (com software) por 250 euros e, mediante acordos com os vários operadores, baixar o preço de acesso à internet, especialmente em banda larga.

Comments:
________________________________

O que eu percebi da notícia, é que as famílias vão poder deduzir até 250 € no IRS. O custo do PC será muito provavelmente superior a isso. De qualquer modo, associada ao abaixamento da tarifa para a banda larga, é uma boa medida. Parabéns ao Governo
 
A medida é boa, sim. Mas 250 euros por computador é algo demuito vago... E quem já o tem? Pode deduzir impressoras, scanners, etc? Por outro lado, nenhum pc custa esse preço... Porque não lançar um concurso nacional para a fabricação de um pc nacional a um preço baixo e depois entregar um desses pcs a quem o desejar (um por família). Com a economia de escala o preço podia chegar aos 250 euro, dando emprego a assembladores nacionais e incentivando a criação de empresas na tal área favorita das novas tecnologias.

Na Coreia do Sul foi essa a opção seguida pelo governo na década de 90, ao oferecer a cada família um computador com ligação à Internet.

Quanto ao abaixamento dos custos da banda larga... Esse fornecimento não está na mão de empresas privadas? A PT não domina segmentos concorrentes , como o Cabo e o Cobre? Para incentivar a concorrência - e baixar os preços - o governo bem que podia cessar esse monopólio. Porque é que a Sapo/PT não oferece voz sobre Cabo como a Cabovisão? Será que é porque a própria PT também opera a Netcabo?
 
Concordo com o Rui Martins, até porque se trata de uma excelente ideia,que poderia ser um excelente passo em direcção ao país digital.Falta-lhe contudo a configuração mais adequada e abrangente para dela retirar o máximo impacto.
Ana Esteves
 
___________________________________

Ouvi a gravação das declarações de José Sócrates sobre o assunto deste poste . Sugiro ao RN que corrija. De facto, tal como assinalei no meu primeiro comentário, o Governo tomará medidas para que a compra de equipamento informático possa ser deduzida na declaração de IRS até ao montante de 250 €. Seria melhor como o Raimundo Narciso entendeu mas, ainda que positivo, é bem menos. Como o equipamento informático é algo que entra rapidamente em obsolescência (o cálculo de amortização faz-se habitualmente para 2 ou três anos), acho, diferentemente do Rui Martins, que continua a ser vantajoso e estimulante.

Quanto ao abaixamento dos preços da Banda Larga , a promessa é mais vaga. Não sei, aliás, se se trata de uma «promessa» ou de um «objectivo». José Sócrates espera que, permitindo uma maior concorrência no sector, os preços baixarão. A ideia parece boa, mas aí, acompanho as reflexões de Rui Martins. A questão da propriedade das infraestruturas distorce a dinâmica de mercado. Estudos recentes fizeram precisamente a demonstração de que os portugueses, considerado o poder de compra médio, pagam mais por serviços que, tudo considerado, são de inferior qualidade dos oferecidos por outros países da UE.
 
O Comércio do Porto ainda vive.
Leiam-nos em
ocomerciodoporto.blogspot.com
 
http://mslspg-experiment.blogspot.com/
 
Substitui o link da Lusa para o JN. Na realidade a Lusa não oferece link para cada notícia e no dia seguinte elas são diferentes.
Relativamente às observações do MC chamo a atenção que não afirmo no post que Sócrates tenha prometido compotadores a 250 €. Eu é que afirmo que o programa visa "oferecer" aos estudantes do secundário, um computador (com software) por 250 euros. Visa, pretende, gostaria que, etc. Conseguirá, não conseguirá? Logo se veremos. A notícia do JN, no link, refere o objectivo de computadores a metade do preço (2º§) e eu estimei em 250€. Estimativa, desejo, etc. Logo se verá. O Preço e o resto!
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?