.comment-link {margin-left:.6em;}

2005-07-28

 

Não sei se

está toda a gente a seguir o renhido duelo terçado aqui em baixo? Devem ouvir, com certeza, o tinir das espadas, o faiscar das lâminas, gume contra gume, estocada rija mas sempre... sempre antecedida de cavalheiresca genuflexão.
MC atirou a luva. JT agarrou-a. Ainda ela não aterrara. Nem tempo houve para escolher padrinhos. Argumento contra argumento, argúcia sobre argúcia, escalpelizaram, viraram do avesso o magno e instante problema da actualidade: o TERRORISMO.

Vocês não sei... mas eu vou lá ver!


Comments:
É mesmo um duelo de ferramentas avançadas. Será que este "tipo de
discussão" é de progresso? parece que há "dois" "pensamentos únicos" não minimamente comunicáveis.
D. Ponte
 
_________________________________

Sendo uma das partes interessadas no confronto de ideias que o Raimundo Narciso aqui simpaticamente recenseou, cumpre-me testemunhar que tirei proveito de mais esta discussão com o João Tunes. Não creio que estejamos em mundos incomunicáveis (de «dois pensamentos únicos») como o comentarista anterior estima, e que, descontados os efeitos especiais de retórica, confluímos, no final para a «Aliança de Civilizações». Será uma nova (velha?) utopia? Para já tem a atenção e algum empenho de Blair e Zapatero. Depois se verá. Como dizia o poeta Armindo Rodrigues:

«Nenhuma mudança
se faz sem esperança.
Se enganosa é
só depois se vê»

Já agora, para manter a boa disposição, acrescento que o «pensamento único», no plural é inexistente.

; )
 
Não concordo contigo, MC, sobre a não pluralidade dos "pensamentos únicos" (e nisso dou razão a D. Ponte, embora não concorde nada que, no caso vertente, não sejam minimamente comunicáveis). E vou explicar porque não concordo contigo...

(outra polémica já de seguida? não, não, a e-tinta ainda está fresca, deixemos secar mais um bocadinho, senão ainda parecemos que queremos disputar o lugar de "marretas").

Antes, segue um abraço. João Tunes
 
______________________

Seja. Que seque a e-tinta, se tiver de ser. Fico a aguardar a tua cadência polemizadora. Essa historia dos dois «pensamentos únicos» interessa-me particularmente.

Um abraço
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?