.comment-link {margin-left:.6em;}

2005-08-28

 

Ainda voltando ao Futebol

Conheci um professor universitário de quem me tornei amigo que dizia: para conhecer bem este país, por dentro, era necessário incentivar a feitura de muitas teses de doutoramento sobre futebol.

Não sei se ele conseguiu incentivar alguma, mas penso cada vez mais que tinha muita razão. No futebol passa-se tudo. Dinheiro, política, corrupção política, corrupção nos negócios, comportamentos que revelam muito o que somos como povo, a pequena e a grande traição, enfim tudo.....

Aí temos um bom espelho deste país, onde a culpa, do que de mal acontecesse ao nosso clube predilecto, éestá sempre nos outros, nos árbitros em primeiro lugar. Se transferirmos esta forma de estar e de pensar para o país, encontramos a "desculpa" para as nossas incompetências.

Comments:
E quem é o "nosso" árbitro?!!!!
 
No tempo de Cavaco - o árbitro - eram as "chamadas" forças de bloqueio. Não se lembram?
 
Agora, o governo governa. Só que a Administração Pública "não deixa"
 
A equipa governamental, nem do árbitro se pode queixar!
 
O futebol retrata muito o baixo nível cultural do país e a importância que o fenómeno assume entre nós só é comparável aos menos desenvolvidos países do mundo.

Sendo assim, concorda-se evidentamente com a tese e sobretudo quando se observa a impunidade que mafiosos como o "major" Loureiro e o "arqui-corruptor" Pinto da Bosta gozam desde sempre.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?