.comment-link {margin-left:.6em;}

2005-08-16

 

Olhar as matas... de um outro ângulo

Sobre a floresta e os incêndios florestais vale a pena:

Ribeiro Teles na entrevista à Visão On Line cuja referência encontrei no Blasfémias.

Victor Louro no seu artigo "Com o cheiro a queimado dos incêndios" no último Expresso (caderno principal, pág 13, não está on line):

"Abandono das matas: aí estão as ZIF (Zonas de Intervenção Florestal). São a resposta legislativa. Elas visam criar as condições para a gestão sustentável dos espaçoes florestais que as integram, reduzir as condições de ignição e de propoagação de incêndios. Constituem-se por iniciativa dos proprietários ou da Administração..."
"É lamentável que se tenha perdido um quarto de século, dezenas de vidas humanas e 2 milhões e setecentos mil hectares de floresta(o equivalente a 82% da área florestal do país). Será desta? Faço votos por que sim."

Este último parágrafo não liga com os anteriores? Pois... falta o resto do artigo. E nele se diz que há 25 anos, era então Victor Louro deputado e militante do PCP, apresentou um projecto de lei com o essencial do conteúdo destas ZIF e curiosamente com o mesmo nome.

Foi há 25 anos. Governava a AD e a maioria viu então, através dos "óculos" do seu exacerbado sectarismo, insondáveis e maléficos desígnios na iniciativa legislativa.

Victor Louro reproduz os sisudos juizos de alguns dos deputados de serviço de então: Ferreira do Amaral-PPM, Mário Lopes e Gaspar Mendes - PSD, Soares Cruz - CDS. Foi há um quarto de século!


Comments: Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?