.comment-link {margin-left:.6em;}

2006-02-18

 

Tentativa de corrupção na Câmara de Lisboa

.... E da graúda.

Segundo o Expresso noticia na primeira página da sua edição de hoje, o sócio e administrador da Bragaparques, Domingos Névoa, tentou pagar 200 ooo Euros ao vereador do Bloco de Esquerda, através do seu irmão o conhecido advogado Ricardo Sá Fernandes, para que José Sá Fernandes desistisse da acção judicial que moveu contra a Bragaparques por causa da troca de terrenos Parque Mayer/Feira Popular e, além disso, fizesse declarações públicas de que, analisada a questão em profundidade, não havia problema.http://online.expresso.clix.pt/1pagina/artigo.asp?id=24758045

Acontece que o sócio da construtora é apanhado em flagrante, pois o processo decorre em articulação com a PJ que tem gravadas as conversas. A própria ordem dos Advogados foi também previamente informada do sucedido.

Sobre a Bragaparques "corre mundos e fundos" há muitos anos, onde as "anedotas" das suas ligações com certo poder autárquico são hilariantes.

De concreto, há este caso agora, de contornos algo primários, para averiguar.

Esperemos da justiça a maior celeridade e que pelo menos nos intervalos da "greve de zelo" o processo não páre.

E aguarde-se pelo desenrolar do ditado popular " não há fumo sem fogo".

Comments:
Como se os senhores juízes se ralassem com conceitos yão abstractos como "Justiça" e "Dever". Eles esyão mais preocupados com coisas mais concretas como "privilégio" e "direitos"...

Este caso da Bragaparques é apenas um dos vários protagonizados por essa empresa. Será que a investigação se vai estender até ao norte do país?
 
Comentando o comentário do Rui Martins, acho mesmo por experiência pessoal que a justiça deste país está na "era pré -industrial". São sempre perdedores aqueles que, por muita razão que tenham, não têm "massa" para contratar uma firma com poder de influência e técnica.

Concluindo, acho que ainda não é desta que entra no norte.

Meu caro, deves estar algures em que os sistemas trocam certas letras. Já me aconteceu isso em Angola.
 
Infelizmente, também não acredito em qualquer resultado que apure responsabilidades.
Ou muito me engano ou isto vai ser meia bola e força até ao demorado arquivamento parcial e uma ou outra pequena acusação que será objecto de requerimento de abertura de instrução... a ver, a ver.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?