.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-12-20

 

Muitos foguetes e... pouca "festa"

Gosto da cidade do Porto por vários motivos, a começar talvez porque lá vivi quase 3 anos, os meus primeiros de Continente. Por lá passei "epopeias" bem marcantes. De lá vi fugirem muitos amigos, para não irem para Mafra e alguns que nunca mais voltaram.
Tudo isto a propósito de tanto foguetório por causa dos crimes da Noite. Foguetório nos écrans televisivos, nos jornais e rádios, com Director Nacional da PJ, com Ministro da Justiça, com o Presidente Rui Rio, etc, etc. Sem dúvida, um desfile de estrelas.

"Cheira-me a esturro", tantos indícios acusatórios. De terrorismo para cima!

Afinal, em que se ficamos?! Muito pouco e situação bastante periclitante. é pelo menos a sensação.

... E ainda o espectáculo de grande desentendimento e falta de cooperação entre os Magistrados do Ministério Público do Porto e de Lisboa. Abro aqui um parentesis para dizer que o Sindicato dos magistrados actuou com algum bom senso, embora me pareça que sobretudo para não fragilizar o Procurador que francamente, como aqui já escrevi, não usou de tacto ao nomear Helena Fazenda. A competência da senhora magistrada não está em causa, mas há sempre formas melhores de não melindrar ou de reduzir ao mínimo os estragos.

Por outro lado, alguma dança de advogados no caso do Bruno Pidá dá para entender que o meio no seu conjunto é todo muito lamacento.

Comments: Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?