.comment-link {margin-left:.6em;}

2006-02-23

 

A liberdade de expressão

Estou totalmente contra a condenação de David Irving um "negacionista" do holocausto, para mais confesso arrependido. Uma condenação pesadíssima, 3 anos de prisão, na Áustria por delito de opinião. A Áustria parece querer redimir-se assim de um passado pouco empenhado na erradicação das sequelas do nazismo.
Como é tão raro estar de acordo com José Manuel Fernandes, director do Público, não quero perder a oportunidade de o apoiar nesta matéria, constante do editorial de ontem do jornal que dirige.

Comments:
E como ainda é mais raro estares de acordo comigo, eu disse e mantenho:
"Este senhor não devia ter o direito a ser condenado. Nem sequer ser arguido. Muito menos, habitar uma prisão. Essas são coisas para cidadãos. Antes, o gajo devia purgar desprezo perpétuo. Com mais uns anos extra de ranho caído sem direito a lenço, por ter renegado, com a mesma convicção com que bolsou, as mentiras que espalhou, numa mea culpa que só os escroques sabem fazer."
João Tunes
 
Pois. O homem não me merece qualquer consideração e o seu "negacionismo" toda a repulsa mas o caso é outro não me parece que o delito de opinião deva ter castigos destes tal como o caricaturista de Maomé não deve ir parar à prisão pelos bonecos.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?