.comment-link {margin-left:.6em;}

2004-12-22

 

Saturno visto pela sonda Cassini-Huygens


Uma bela imagem de um belo projecto de cooperação cientifica euro-americana. Era neste tipo de projectos que os ministros das finanças do PSD queriam fazer economias.


Comments:
_______________________________________________

É uma bela imagem. Recorda-nos que há mais cosmos para além dos nossos quotidianos terrestres. A observação de que as políticas do neo-liberalismo exacerbado entortam o olhar humano para os imediatismos dos mercados tecnológicos, desvalorizando a investigação fundamental, é também de uma focagem apreciável.

Já agora, por falar nisso, o que nos chega é que as políticas públicas para o financiamento dos sistemas científicos têm praticamente todas sido afectadas por cortes orçamentais de vulto. Achas que a coisa já está a mudar?
 
Os exemplos não faltam de uma regressão no financiamento público da investigação cientifica, em Portugal estão ainda na nossa memória os cortes do tempo de Manuela Ferreira Leite, mas muito antes, no tempo de Cavaco já tínhamos tido outros exemplos como a redução da comparticipação nacional para as bolsas de doutoramento (que eu sofri pessoalmente durante a minha tese).
A França teve ainda este ano um conflito social enorme com os investigadores e professores universitários devido aos cortes de verbas. Basta ver a amplitude das acções como o Telethon que recolhe fundos para a investigação através da televisão para nos apercebemos do enorme desinvestimento do estado nesta área.
Uma grande diferença entre a França e Portugal é que em França a indústria financia uma boa parte da investigação aplicada e em Portugal, na minha especialidade (matemática aplicada à engenharia e finança) se não for o estado não temos mais ninguém.
 
Bela fotografia Pedro. Aqui vai um abraço.
O Senhor dos Anéis além da valorização estética permite-nos lá de cima um olhar distanciado das querelas partidárias. Comigo passou-se o seguinte de lá olhei o planeta azul e vi os últimos 2 Governos do PSD-PPD/CDS-PP como o exemplo do maior logro das últimas dezenas de anos, protagonizado por Governos portugueses e um próximo Governo, de Sócrates, a apostar na valorização do principal capital nacional, os Portugueses, com o reforço do apoio à cultura, à investigação, à inovação e às novas tecnologias. Exponho aqui esta minha visão desde o longínquo anel de Saturno só para dar um bocadinho de esperança ao Manel a quem envio aquele desafiador abraço.
 
_______________________________________________

Olá Raimundo. Encontro-te, finalmente, aqui junto aos aneis do Senhor do Tempo (pelo menos para os agricultores, ; ) )) de Titã e de muitas luas. Cá por baixo andas um tanto arredio... Mas tanto cá como em Saturno tb estou esperançado. Contudo, como «l'espoir est une fonction des jambes», tb tento dar uma pedalada, de vez em quando. O meu apoio à hipótese de o PS não nos decepcionar tanto da próxima vez, tem mais de crítico do que de prosélito. Como Saturno demora quase um mês a fazer o circuito, um grande abraço para ti tb.
A esperança dos cientistas portugueses sobe em flecha com a perspectiva de o PS voltar ao Governo. Basta ver a carta reivindicativa do Boaventura Sousa Santos na Visão desta semana. Só com esperança é que se pode escrever daquela maneira...

Faz-me lembrar o nosso já ido Armindo Rodrigues:

«Nenhuma mudança
se faz sem esperança.
Se enganosa é
Só depois se vê»
 
Peço desculpa. Antes de me atrever a fazer qualquer comentário, gostaria apenas de saber se o Pedro Ferreira é mesmo quem eu penso que é...
J. Cosme
 
Se o J. Cosme é o mesmo que penso que é então eu sou mesmo o que ele pensa que eu sou...
Pedro
 
Grande Pedro!
Antes de mais, bom e feliz natal para vocês.
Depois, manifestar o agrado de ver o Pedro por este local, onde venho com frequência. Conheço alguns dos comentadores, agrada-me quase tudo o que escrevem e, nos apagados tempos que correm pelo menos por aqui, é bom juntar "a nossa voz" à daqueles que continuam indefectíveis na luta contra a hipocrisia e vileza nacionais.
Um grande, grande ABRAÇO.
 
Finalmente vamos tirar a massa aos generais e dá-la ao pessoal das Universidades. Sim. Porque se trata tudo apenas de uma questão de dinheirinho. Até aqui foi o que se tem falado. Não se fala de mentalidades e "formas inovadoras" de fazer mais com o mesmo dinheiro. Se calhar eu é que estou errado e nada se faz sem mais "vil metal".
 
Meu caro Lester, o formato curto do meu post não foi suficiente para explicar. O comentário aplica-se aos lamentáveis episódios do atraso no pagamento das contribuições de Portugal para dois importantes organismos internacionais de cooperação ciêntifica (CERN e ESO), num dos casos Portugal perdeu mesmo o direito de voto.
Deixarei os comentários sobre o dinheiro para um futuro post pois o assunto é bastante importante e não se presta a simplificações.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?