.comment-link {margin-left:.6em;}

2005-09-13

 

11 de Setembro - 4 anos depois

Para não deixar passar em branco o Dia do Grande Terror em Nova York fui ver ÁGUAS SILENCIOSAS.
Um belo filme a não perder. Ainda está aí. Mas por pouco tempo, creio. Agora no Quarteto em Lisboa.
Mostra-nos como o fundamentalismo religioso, ao serviço de interesses que permanecem na sombra, pode em determinadas circunstâncias ganhar multidões. E levá-las a renegar os valores humanistas que são o cimento da tolerância, da solidariedade, da igualdade dos sexos, do respeito pelos outros, do amor. Revela como os jovens, especialmente os jovens, porque inexperientes, se tornam fáceis presas de fanáticos, de agentes do ódio, do terror e da morte.
A ficha técnica e uma ideia sobre a história e o contexto [aqui ao lado no Memórias]

Comments:
O Partido Trabalhista, os Socialistas e aliados ganharam as eleições na Noruega.

O eleitorado, por maioria, recusou as propostas da actual maioria de centro-direita que queria baixar os impostos.Os noruegueses querem que o Estado invista ainda mais em Saúde, Educação e SegurançaSocial

Aguardo o próximo Editorial de José Manuel Fernandes no PÚBLICO, perfeitamente estarrecido!
Mario Pinto está doente e já encomendou uma novena!

Que povo mais atrasado e que democracia tão pouco liberal!

Mais um erro colossal dos autores do estudo da ONU que colocou a Noruega , tal como no ano passado, no primeiro lugar na lista das nações com melhor qualidade de vida(Human Development Report).
 
É realmente um filme muito bom, mas como é muito esclarecedor anda por aí
quase escondido para que ninguém o veja. É a mesma estratégia insidiosa que
se observa no filme mas agora em vez de ser a recrutar é a não contribuir
para o esclarecimento.
Leonor
 
Bem sei que tenho outra idade, mas nunca fui capaz de me encendiar por fanatismos sejam eles de onde forem.
Tenho uma certa dificuldade em "compreender" esse estado de espírito.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?