.comment-link {margin-left:.6em;}

2006-05-20

 

O Mistério do caso "Envelope 9"

... continua mal contado.

O procurador- geral da república, José Souto Moura, vem 4 meses depois admitir que o inquérito está parado, embora, já se apontem "culpados". E está parado por um incidente de escusa dos jornalistas à abertura dos seus computadores.

Vendo bem segundo Souto Moura há dois culpados: A PT que enviou mais informação que a solicitada pelo juiz e os jornalistas do 24 horas. A culpa da PT já prescreveu. Restam os jornalistas.

Não se percebe, ou melhor eu não percebo, porque razão são os jornalistas os culpados.

Olhando para os circuitos da informação solicitada, que se saiba entre a recepção da informação dos dados enviados pela PT e a sua anexação ao processo Casa Pia, alguém assim o decidiu, presumo que um juiz. Alguém analisou esses dados senão não faria sentido pedi-los. Presume-se que foram pedidos com objectivos de contribuir para clarificar algo. E então pergunta-se: esse alguém que os analisou, não percebeu que havia dados desnecessários? E mesmo assim manda apensá-los sem correcção?

Esta incúria não merece reparo? Ou não será que o imputar da culpa aos jornalistas é mais prático e um "acto de solidariedade e branqueamento da incúria da classe"?

Isto parece mais uma história da carochinha.

Comments:
O título está bem apanhado. trata-se de um mistério pesadelo, pois há mistérios simpáticos.DC
 
Quem indicou Souto Moura (talvez Vera Jardim) deveria estar em estado de sono pesado. D.Ponte
 
quem se lixa é o mexilhão, como sempre.
 
Uma história da carochinha??!!

Isto é mas é um escândalo. Uma classe corporativa que se defende, atirando a culpa para cima dos jornalistas. Um procurador-geral que, com aquele bigodinho de idiota e aquele sorrisinho parvo, é na verdade um grande e perigoso sonso.

Não o demitiram a tempo e horas. É uma desgraça. É um perigo para a democracia.

Luís Lavoura
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?