.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-05-21

 

Já não há nem para o papel higiénico

Hoje recebi a seguinte mensagem com origem na escola de um dos meus filhos :


AOS PAIS

A escola dos nossos filhos depende do orçamento da Câmara Municipal de Lisboa para fazer face a despesas tão elementares como a compra de papel higiénico, sabonete líquido e toalhetes secos para as casas-de-banho. A quantia que foi disponibilizada para este ano há muito que se gastou e, dadas as actuais circunstâncias, não parece que ainda recebamos mais alguma. O Conselho Executivo do Agrupamento já disponibilizou € 500,00 de outra verba para estes gastos e, mesmo assim, o material acabou.

Assim, de acordo com o CE, Coordenação e Associação de Pais, solicitamos que tragam um rolo de papel higiénico, um maço de guardanapos de papel dos grandes e uma embalagem de recarga de sabonete líquido. Distribuída por todos, a despesa é mínima e resolve o assunto até final do ano lectivo.

Todos agradecem, muito em particular as crianças.


Os nossos filhos já nem para ca.g.. e lavar as mãos têm os meios disponíveis nas escolas.

Há dinheiro para túneis, carros no dakar e flores na Av da Liberdade mas parece que para o essencial ele não aparece.

Já agora ... A escola é a Nº 57 de Telheiras, mas acredito que ainda seja pior noutras de Lisboa.

Comments: Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?