.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-09-24

 

Quem se inspira em quem. Ou, plágio e não plágio

Os blogs vivem muito dos media tradicionais. E o inverso é cada dia mais verdadeiro. Enquanto no primeiro caso os bloggers colocam quase sempre um link para a fonte de inspiração, o jornal, rádio ou televisão, a inversa não é frequente ou ramente existe, se existe.
Quando os artigos nos medias se parecem muito com o de algum blog ou vice-versa não é garantido que tenha havido plágio. É frequente e natural que um acontecimento na ordem do dia inspire opiniões semelhantes a quem tem da vida uma visão próxima. Mais que uma vez vi posts que parecem copiados do meu blog e o inverso. Fico então preocupado com a conclusão que outros podem tirar e vou ver o dia e hora de "postagem". Por vezes ganho e outras perco. Dando, no último caso, a vitória lugar ao desespero. Resta-me então a esperança de que quem vá a um não vá ao outro blog.

Comments:
Se vir o que é seu, permita-me o conselho, retire até que quem copiou
o faça! Volte novamente a postar!
Tenho encontrado esta estratégia com resultado garantidos ! Caso o casmurro/a insista, aposte num comentário aí mesmo se puder, se não lhe for permitido fazê-lo, faço -o nos blogues para os quais o ladrão remete, também resulta !O seu a seu dono! Os comentários dos anónimos e não e só são anotados em blogues por pessoas na mais pura decadência moral e em indecoroso português por ser velho, como a língua do velho do Restelo. Quem anda chuva não se molha manifesta -se! Há muitas estratégias, mas por agora ocorrem -me estas duas ! É interessante este mundo da blog...
Mas o meu caro, já deu conta disto, por que razão estou eu para aqui a escrever?
Cordialmente
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?