.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-12-29

 

Al Qaeda niega

"El líder de Al Qaeda en Pakistán niega que esté relacionado con el asesinato de Bhutto" e
recusa as acusações do Governo paquistanês. [link]
A Al Qaeda não merece maior credibilidade que o ditador Musharraf. Nem menos. Mas parece lícito concluir que os serviços de segurança pquistaneses e o Exército se não foram os organizadores do atentado também não se esforçaram para garantir a vida de Benazir Bhutto.
Entretanto parece reinar o caos no Paquistão, pelo menos em certas regiões:
"El número de muertos desde el asesinato, el pasado jueves, asciende ya a 38 personas, según ha anunciado el Ministerio del Interior, mientras los heridos alcanzan los 53...
" 174 bancos, 34 gasolineras, 765 comercios y 72 vagones de tren han sido incendiados en los disturbios registrados por todo el país."
[link]

Comments:
Não é de facto nada democrático este PPP. O fundador foi o pai da Benazir, que deixou o partido de herança à viúva; quando a Benazir era PM, afastou a mãe da liderança do PPP e apossou-de dele tendo-se coroado líder para o resto da sua vida e agora deixou a liderança ao viúvo que resolveu apontar o filho ficando ele como regente! Mas contudo, os “democratas” ocidentais a começar no W. Bush e a acabar no Brown, consideram agora a Benazir o supra-sumo da democracia paquistanesa. Acho tudo isto espantosamente hipócrita e medieval, ou melhor totalmente feudal.
 
Resta lembrar que o PPP é membro de pleno direito da Internacional Socialista.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?