.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-12-27

 

Chato foi ter dito publicamente

Na quadratura do círculo todos verberaram a desfaçatez de Luís Filipe Menezes ao expor publica e desavergonhadamente as suas recriminações ao Governo e ao PS por este não estar a respeitar o acordo consuetudinário do bloco central no que respeita à sacrossanta política clientelar, pataca a mim pataca a ti. Dá cá BdP toma lá CGD.
Uma nojeira. Uma insensatez. Uma contradição (desmantelar o Estado em 6 meses e defender o estado clientelar). Mais ou menos isto todos disseram. E bem. Só um pequeno reparo ao nosso tão sagaz homem das empresas Lobo Xavier. Quando reprovava LFM por ter dito o que disse, Lobo Xavier, talvez esquecendo que não estava a assessorar nenhum conselho de administração mas sim em nossas casas trazido pela mão da SICNotícias repetiu três vezes publicamente: não faz nenhum sentido LFM dizer o que disse «publicamente».
Oh Lobo Xavier você incorreu no mesmo deslize do rapaz de Gaia. Você repetiu o «publicamente» três vezes publicamente.

Comments:
É verdade! Está bem visto. Mas não deixa de ser curioso que, no mesmo programa, J. Coelho, sempre tão feroz nas críticas a Marques Mendes, tenha dito,por mais de uma vez, que a frase que marcou a entrevista de LFM ao Expresso - "Desmantelo o Estado em 6 meses" - certamente traiu o pensamento do seu autor, tanto mais, disse, "que eu sei que LFM até é um homem com preocupações sociais". Curioso, muito curioso! Tamanha benevolência será apenas porque ambos são do Sporting? Que fraternidade!...
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?