.comment-link {margin-left:.6em;}

2007-12-02

 

A última palavra sobre o aeroporto

Acabo de ler " na mídea" - como diria Berardo - que o ministro do Ambiente, Nunes Correia, tendo em conta a importância da variável ambiente, disse que sobre o aeroporto em Alcochete a última palavra é dele.
Não serei ele a desmenti-lo. Mas fez-me lembrar um dito do tempo da outra Senhora, do tempo em que o marido era o chefe de família e dono da mulher: «quem manda lá em casa é ela mas quem manda nela sou eu!»
Quem tem a última palavra sobre o aeroporto é Nunes Correia - não duvido - mas quem tem a última palavra sobre Nunes Correia é Sócrates.

Comments:
Observação magistral. Agora, para acompanhar o teu silogismo, só falta saber quem manda em Sócrates. De Aristóteles para Fernando Pessoa, "Acima de um deus há sempre outro deus maior". Mesmo quando é invisível.
Aliás Nunes Correia, perante as observações (pertinentes) dos lobbies ambientalistas, deu-se conta de que quase não existia. Neste caso, também devido a Sócrates.
Provavelmente alguém lhe lembrou, seguindo a teoria do silogismo, que "todos os homens são mortais". Aí, Nunes Correia acordou, desdobrou-se em entrevistas e declarações públicas. Deve ter dito para os seus botões:
- Afinal, o meu chefe, é apenas um homem. E, assim, a "última palavra" só poderá ser minha.
Queria ele dizer, muito provavelmente, que a "sua" última palavra, só poderia ser dele, - o que pode parecer redundante, mas acabou por ser confundido com prosápia megalómana.

Isto de as pessoas se porem a pensar, continua a ser um perigo...
 
Infelizmente nessa "cadeia de comando", a partir de Sócrates a coisa volta a descer e tornar-se bastante prosaica: mandam os bancos, as empresas de construção, os patos-bravos, etc, etc.
 
"quem tem a última palavra sobre Nunes Correia é Sócrates."

ORa essa! Afinal já não é o Governo. Bem me pareceu que aquilo eram meia-dúzia de paspalhos que só faziam o que o chefe da manada manda.
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?