.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-02-19

 

Em leito-de-cheia (2)

«A culpa é das autarquias?!»

Nunes Correia deu a entender, em declarações à SIC-Notícias e à TSF [Notícia Aqui] que as piores consequências das cheias se devem à incúria da gestão autárquica em matéria de manutenção das vias de escoamento. A Quercus e alguns autarcas retorquiram que o grande culpado é o Poder Central, porque não investe mais no ordenamento do território, porque não lhes paga o que lhes deve, e porque, em muitos casos, nem sequer os recebe.

O que impressiona mais na postura do Ministro do Ambiente é a ligeireza. Numa hora de dificuldades, em que é necessário lançar mãos à obra e dar resposta aos problemas aflitivos que se perfilam, o Ministro vem entregar-se ao jogo do empurra, como se fosse o momento azado para culpar quem quer que fosse.

Um péssimo exemplo de governação.

Uma lástima de governante.



Comments:
Não deixa de não ter alguma razão no que disse!
Regra geral, as autarquias acordam tarde para os problemas! Não se faz prevenção, não se limpa, não se lava, não se desentope e ainda por cima autoriza-se a construção sobre linhas de água e sobre várzeas, como em Setúbal.
Setúbal está um nojo, é das cidades mais sujas do país. A prioridade é fazer oposição ao Governo Central, com todas as forças e todos os recursos possíveis. O povo que se lixe!
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?