.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-03-11

 

Como nós (5)

As forças monárquicas acantonaram-se ontem à noite na RTP1. Os republicanos também lá estavam atestando, perante a audiência, que até são capazes de discutir sem perder a compostura.

Bravo.

Paulo Teixeira Pinto, ao lado de Gonçalo Ribeiro Teles, enfrentava António Reis que dava a direita a Medeiros Ferreira.

A direita estava necessitada dos valores requentados das linhagens, das mátrias e do acesso sucessório ao poder, enquanto a esquerda, laica, republicana e socialista, refazia uma larga vénia ao liberalismo e à memória da monarquia constitucional.

Aqueles que iam ser deportados por D. Carlos, estendem a passadeira vermelha aos novos "adesivos".

Perdoem-me: não se adiantou nada.

E mesmo assim há quem se congratule com o que ali se passou.

Só se foi a peregrina proposta de mais um referendo...



Comments:
E ninguém coloca esta questão:
como é que um reformado por invalidez na banca está em condições de participar num debate?
Ver aqui: http://ocastendo.blogs.sapo.pt/206020.html
 
Obrigado António. O teu comentário inspira-me um outro poste que pode ter por título "Atenção. Perigo iminente: O Presidente da Causa Real é inválido. Será a causa válida?"
Gostei do teu poste no Castendo.
Um abraço
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?