.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-04-18

 

Informações IP, leia-se, inimigo público

Se o IP fosse da Madeira (comandado por AJJ) passava a leitura obrigatória, única e gratuita e expulsavam os gatos que lá existem e dos bons. Dois, nunca se viu. Na Madeira, só UM. E também para quê mais que UM? Doi a cabeça pensar muito. Uma só verdade, basta!

Foi assim com o Jornal da Madeira. Não vendia. Alberto João decide: oferece-se. E agora toda a gente o leva debaixo do braço. Olhe que tem várias aplicações. Leve. Sai muito caro para a Região ter este jornal? Sai, mas tem "utilidade".

A informação de hoje do IP sobre Rui Gomes da Silva é muito rica e abrangente, mas deixem que seleccione esta: "Servilusa pede cassação da licença de Gomes da Silva". Não adivinham o porquê? Então vamos saber: "... um cangalheiro devidamente habilitado nunca convocaria um enterro na sexta- feira à noite para a manhã do sábado seguinte". Mas há mais e esta outra notícia não fica atrás da anterior: "é com imenso pesar que enterra Menezes praticamente vivo" entenda-se Rui Gomes da Silva. Acho que seria justo juntá-lo à vedeta Ribau Esteves que recentemente apareceu no pódio e já agora também ao Agostinho Branquinho, que desempenhou um excelente papel na sua sua acção de responsável para a comunicação social. Nunca tanta efica´cia num corpo só.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?