.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-06-14

 

O petróleo

Primeiro foram os pescadores. Depois os transportadores de mecadorias por estrada. Agora são os reboques de veículos que param e exigem compensações das seguradoras. Amanhã é a CAP em nome de alguns agricultores. Mas há-de haver muitos mais sectores prejudicados com o aumento do preço do petróleo e naturalmente todos eles virão a seu tempo pedir um quinhão do orçamento do Estado. Mas então e todos nós que já pagamos mais por quase tudo o que compramos por causa do petróleo teremos que pagar duas vezes ao satisfazer com o nosso dinheiro, o dos impostos, o do OE, todas estas reivindicaçães?
Se a dos reboques se cinge a compensações a pagar pelas seguradoras então aí têm o meu apoio. Mesmo sem conhecer bem a situação. Bancos e seguradoras que não tem feito outra coisa que não a de enriquecer com a crise então que paguem a crise. Pelo menos a dos rebocadores de carros.

Comments:
O pior é que esse greve já começou com os camionistas e continua... Não é nova: já têm dias...

A quantidade de carros parados na Via do Infante chega a ser de uma película de terror...
 
Caro Raimundo,
Para além de um problema político há aqui um problema de ética e justiça.
Se o governo vai utilizando o orçamento para calar aqueles que têm algum poder reivindicativo pergunto o que vai fazer com aqueles que o não têm? Como as centenas de mihar de reformados que recebem mensalmente menos de 200 Euro.
Ou seja; porque havemos nós de pagar, através dos impostos,as dificuldades de pequenos grupos e esquecer as dificuldades que atravessam perto de 2 milhões de portugueses?
Um abraço
Augusto
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?