.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-08-25

 

Jogos Olímpicos (4) - os Açores

Não é sobre os resultados portugueses dos jogos olímpicos que agora quero falar, embora continuem a ser um bom tema, a não fechar. Um tema aberto e bem aberto. Não valem apenas relatórios que face a certas intervenções políticas sensatas, mas poucos operacionais, só limitam expôr as questões como necessário.
Temos aí Londres e será importante preparar como Portugal deve lá estar.
O fecho espectacular, magnífico, de que só vi uns tantos minutos finais, mas espetaculares, confirmados em termos de programa por amigos, permitiu deduzir que a China não esteve a dormir. Projectou-se no Mundo e ainda bem. Contribui com novas formas de "remexer o Mundo", um outro mundo que não se quer um "projecto EUA", com o amen, sem contestação da UE.

A China, uma nova potência em emergência imparável.

As grandes questões que se podem e devem colocar. China e outros ... como Brasil (embora em 2º Fase de consolidação) como interessam ao nosso País?

É assunto para pensar e em que moldes interessam ou não?

Uma pergunta final: os AÇORES.

Neste mundo português, porque se fala tão pouco dos Açores. Têm eleições regionais no próximo ano. Têm uma história invejável. Tem uma diversidade cultural, ambiental....etc., mas a comunicação social do Continente só reserva primeiras páginas para a Madeira? Porquê?

Os Açores secundarizados? Não creio. A nossa comunicação é que alinha no mais fácil.


Comments:
Há muita gente convencida na comunicação social de que a marca Jardim Porto Santo dá furos. Enganem-se. Enjoa.

Tratem dos problemas que existem na Madeira e Açores e se possível emtermos comparados com o Continente. Esses, sim, interessam
 
Meu caro, que viva os Açores em geral e em particular a ilha Terceira.

já agora, claro que sim, apoio Carlos Cesar!
 
Talvez porque interesse aos Açores o silêncio da comunicação social nacional. É uma forma de "protecção" dos próprios açorianos que vivem para dentro.
Não há noticias, nem para o bem...nem para o mal.Provavelmente muito do que se passa na Madeira, passa-se também nas ilhas de César. Mas essas são "independentes". E quem fez Jardim - que foi Lisboa - que o ature.
João Pedro
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?