.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-08-26

 

O reconhecimento das independências pela Rússia

Estamos a falar das independências da Ossétia e da Abkásia.

Depois dos 2 parlamentos russos terem votado o reconhecimento das independências, era naturalíssimo que o Presidente Russo decidisse também nesse sentido.

Não entendo (ou melhor entendo) o escândalo que esta decisão da Rússia provocou no chamado Mundo Ocidental, porque tendo em conta os acontecimentos, desde há alguns anos a esta parte, em que a Rússia tem sido constantemente provocada por esse Mundo e de forma especial pelos Estados Unidos da América e a Nato, algo haveria de acontecer.

Depois do Kosovo que culminou com o desmantelamento da Sérvia, dos mísseis a instalar em 2 países do Leste (hoje também países Nato), com objectivos muito pouco claros mas em que é dificil esconder um grande grau de provocação à Rússia, da decisão do insensato presidente da Geórgia, "um americano confesso" de invadir a Ossétia e a Abkásia, seria de esperar o impossível: a Rússia limitar-se apenas e só a palavras duras.

Com este último acto, mais que insensato, a Rússia reagiu de forma brutal e eficaz e a partir daí começa a actuar com outros meios: a criação de situações incómodas, mas com alguma similaridade.

E agora o que vai fazer o Mundo Ocidental? Então é possível pressionar para que o Kosovo se torne independente e aqueles dois territórios já não podem ser?

Onde está o direito internacional sustentador para decisões tão contrárias quando elas têm muito de comum?

Porque se mexe tanto Sarkozy? Está a fazer o jogo do seu amigo Bush?

A Europa a ir contra si própria no "negócio Bush". Mais uma vez perde a oportunidade de ter uma posição autónoma. À Europa interessa relações fortes com a Rússia sob todos os aspectos. Isto de não ter dirigentes à ALTURA!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?