.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-09-26

 

Conflito de interesses na avaliação de comparticipação dos medicamentos

Uma situação que se perpetua. Segundo revela o Público de hoje vários peritos que analisam a comparticipação do Estado nos medicamentos declaram conflitos de interesse, ou seja trabalham ou trabalharam para laboratórios.

Esta mesma constatação, ainda segundo o mesmo jornal, é partilhada por Correia de Campos no seu livro Reformas da Saúde - Fio Condutor ao dizer que estas comissões carecem " de refrescamento urgente, com especialistas mais independentes".

Uma posição "difícil" de entender é a do presidente do Infarmed a quem esta situação não incomoda pois diz que é assim em tdas as agências europeias".

Se 5 em 12 com duas declarações dúbias ou vagas declaram conflitos de interesse é obra. Defender esta situação é obra ainda maior.

Com esta filosofia, o País não vai.

Comments:
Com gente nos comandos da governação a pensar desta maneira, como o Presidente deste Infarmed, o país só pode recuar ou estagnar, com prejuizos para quem vive pior. Sempre foi assim e tudo indica não se regenera. Apesar desta "merda toda", é indiscutível que se melhorou desde o 25 de Abril,e o país está diferente. Apesar de tudo respira-se. Só a mesmo "a virgem" de convento Ferreira Leite pode afirmar que, neste país, a democracia corre perigo. Ela que "pia" tão pouco e quando pia só diz disparates, mas nem disparates poderia dizer, se de facto tivesse o mínimo de razão. Tenha juizo. Para a UN que MFL pretende instituir, este país não estará muito com ela. O ambiente para a criação da União Nacional de MFL, apesar de grande descontentamento com o poder actual, está enterrado. E ainda bem. Os nossos reis tiveram todos um cognome. Para MFL deveria ser também encontrado um cognome também muito adequado ao seu comportamento.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?