.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-09-11

 

O nosso Futebol

Dos sub 21 já foi tudo dito. ...

Sobre o desafio de ontem prometo não ser muito maldizente. Mas ... apenas q.b. porque a situação "exige".

A única coisa acertada de Carlos Queiroz consistiu na defesa (exceptuando o Quim que deu um frango monumental à Ricardo naquela saída). A escolha de Paulo Ferreira foi correctíssima (a experiência) com uma exibição superior quase ao nível de Deco, o melhor jogador em campo. Tudo o resto pode ser algo discutível. Não percebo porque João Moutinho não jogou de início e quando entrou já não devia ser ele devido à sua estatura. Acho que Nani na frente foi de longe o melhor e deverá ter lugar assegurado se mantiver a forma, mesmo com o Cristiano de volta.

Onde Queiroz errou, quanto a mim, foi na gestão dos jogadores. Não lhes transmitiu calma, foi um desastre nas substituições.

Não se pode é dizer que tivemos todo o azar do mundo. Só um bocadinho, porque não nos podemos esquecer que a Dinamarca poderia ter morto o jogo logo à nascença onde teve também grandes oportunidades que como nós falhou.

Conclusão: desfizeram-se os mitos: os mitos de Alvalade o campo de alegrias e o mito de que nunca os dinamarqueses nos tinham ganho em provas oficiais. Seria bom que este tipo de análise com que nos massacram os ouvidos antes dos acontecimentos, deixassem de ser produzidos pelo menos com a intensidade que é. Uma coisa é rever como foi o passado, outra é massacrar-nos dias e dias.

Só resta a Queiroz pensar e organizar melhor a equipa para dar melhor resposta.

Comments:
Penso que a vitória da Dinamarca sobre o futuro Brasil-B foi inteiramente merecida.

P.S.
No último Benfica-Porto estiveram em campo quase duas dezenas de sul-americanos.
A liga portuguesa deverá passar a chamar-se Taça dos Libertadores da América-B.
 
O poste está de facto brando. Acho mesmo que na selecção mandam os clubes grandes e quem joga lá fora. Será que não há mesmo guardiões melhores que Ricardo e Quim? Dois frangos e não um, embora defendendo uns quantos que, por acaso, lhe bateram no corpo. Não se dá hipóteses a outros que jogam em clubrs mrnos poderosos.Porque joga alguma vez Nuno gomes? Só para bater recores de internacionalizações? etc, etc. Assim Carlos queiroz não chega lá.
 
Situo-me numa galáxia diferente da do primeiro comentador que entendi que condena o facto de jogadores naturalizados como Deco e Pepe estarem na selecção. É absurda, reacionária. Estou sim contra a invasão sem limites de estrangeiros, o que até se pode reflectir-se na qualidade da selecção.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?