.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-10-14

 

O Plano do governo português

No domingo passado e de surpresa o governo apresentou um Plano de 20 mil milhões de euros, em sintonia com o que depois formalmente foi aprovado pelos países do euro.

Este plano que politicamente não mereceu unanimidade em que consiste?

No essencial, em garantir os empréstimos das instituições financeiras portuguesas no mercado interbancário. Uma medida do governo conducente a desbloquear a falta de confiança dos bancos, contribuindo para accionar instrumentos como o papel comercial, certificados de depósitos e emissões de dívida de curto e médio prazo.

E se os bancos a quem forem dadas essa garantias falharem o pagamento dos empréstimos?

Assume o Estado a dívida e financiar-se-á mediante recurso à dívida pública e irá então cobrar aos bancos a diferença entre a taxa de mercado, na altura e a taxa da dívida pública.

Para a crise financeira este plano eventualmente dará resposta, pelo menos se se acreditar que a banca portuguesa está sólida como continuadamente nos fazem crer. De qualquer modo, uma aposta explícita em princípios como os do plano Gordon Brown deixar-me-ia mais tranquilo.

E para os efeitos da crise financeira na economia real e nas famílias?

Esperemos a ver se no orçamento vem a cegonha com boas novas.


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?