.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-10-08

 

O reconhecimento da Independência do Kosovo por Portugal

Portugal resistiu algum tempo a este acto. E deve "pesar tanto a consciência" - como é costume dizer-se, que até o ministro Luis Amado, um ministro calmo, ontem no Parlamento excedeu-se ao ponto de pedir desculpa, embora não ache mal o pedido de desculpas por estas e outras coisas, desde que válidas.

Portugal resistiu, por algum tempo, às pressões dos grandes da União. Poderia continuar a resistir, pelo menos enquanto não estivesse só. Primeiro porque se trata de uma decisão polémica no País e já agora porque fica sem argumentos para não alinhar com as recentes declarações também unilaterais de independência da Ossétia do Sul e da Abcásia.

E nesta Europa em que cada um corre para seu lado, alguma rebeldia em questões de fundo não ficaria nada mal.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?