.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-11-23

 

Dias Loureiro devia tomar a iniciativa de sair do Conselho de Estado

Como admite Passos Coelho, a polémica em torno de Dias Loureiro é incómoda para Cavaco Silva.

Tanto mais que na polémica Dias Loureiro/António Marta, Marta tem, a seu favor, à partida, maior credibilidade por não ter interesses a defender neste domínio e Dias Loureiro não só tem feito a defesa de Oliveira e Costa (vejam-se as palavras de elogio na entrevista com Judite de Sousa na RTP em que diz não acreditar que ele Oliveira e Costa "tenha lucrado pessoalmente alguma coisa" durante a gestão do BPN), como na qualidade de administrador executivo participou em negócios pouco claros juntamente com Oliveira e Costa como aquela compra de empressas, em Porto Rico, que pouco tempo depois faliram, admitindo ainda que assinou contas de que tinha dúvidas, só porque não percebe "nada de contabilidade". São desculpas esfarrapadas.

Perante comportamentos pessoais tão duvidosos, o mínimo que seria de esperar de Dias Loureiro era que se demitisse, porque deitou por terra toda a sua credibilidade e sobre ele passaram a pairar muitas suspeitas e intrigas.


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?