.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-11-09

 

Os Tanoeiros

Hoje ao ler o notícias magazine deparei-me, a respeito do vinho do Porto, com uma profissão "os tanoeiros" que pensava já estar banida do mapa.

Há muitos, muitos anos que não ouvia falar desta profissão que conhecera na minha infância. Lá, na minha terrinha, zona norte da Madeira, (aquela terra portuguesa de turbulência democrática continuada) havia um ou dois. Eram profissionais bem considerados socialmente e penso que bem pagos para a época. Hoje, certamente, não haverá nenhum.

Os tanoeiros eram marceneiros que dominavam o trabalho de fazer pipas e do seu concerto. Mais tarde com a importação de pipas de carvalho de França, mais baratas, o seu trabalho foi desvalorizado, passando a ser requisitados só para concerto das mesmas. E, mais tarde ainda, com as mudanças na comercialização do vinho/mosto, compra directa na bica ao produtor com equipamento das casas compradoras, o seu desaparecimento tornou-se fatal.

Interessante foi saber que ainda há tanoeiros à antiga em algumas caves de vinho do Porto em Vila Nova de Gaia, apesar da evolução tecnológica. Por quanto tempo? É a pergunta que persiste.


Comments:
esta arte está acabar porque só se pensa em grandes lucros e esqueçem a heranças dos antepassados que deixaram grande quantidade de pipas e balseiros construidos e tudo tem um fim depois vão colocar em inox enganar quem compra falta dignidade de quem derige as empresas comentario de quem aprendeu nobre arte
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?