.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-12-25

 

Dia 25 de Dezembro

Um dia esquisito. ... Não é nada e é um pouquinho de tudo. As pessoas na sua maioria passaram a véspera em família ou em amigos. Foi o meu caso. Mas rompi com a tradição. Não comi bacalhau. Combinámos "uma mais de tapas". Diga-se de passagem. É muito mais convidativo. Depois a 25, muitos dormem muito. É a ressaca da véspera. Tomar um café é um problema, por exemplo, em Lisboa, só mesmo a Mexicana.

Gostaria de saber esta forma de estar da Mexicana, desconheço se é a história antiga da sua frequência predominante, anos 60, que explica.

Depois, outros vão viajar, reencontrar famílias, outros mundos. É o meu caso. Daqui a pouco vou para a minha Ilha muito bonita. Apesar de governada por um ditadorzinho, que gostaria algum dia muito de vir a ser um DITADOR, mas a idade não perdoa e já não chega lá, mesmo com a sua "patroa" a sugerir que certas coisas se fazem suspendendo outras certas coisas, a Madeira não deixou de ser bonita e, atenção nem todos são da mesma cepa, há algumas excepções, e não devemos confundir a realidade. E há quem confunda.

Etiquetas:


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?