.comment-link {margin-left:.6em;}

2008-12-16

 

Uma reflexão a fazer - se ...

Que benefícios para o País advirão, numa perspectiva de esquerda, se as diferentes esquerdas se empenham a fundo em retirar a maioria ao PS de José Sócrates? Entenda-se, no concreto não há outro PS, quer o congresso de Fevereiro seja mais de convenção à americana ou mais de debate filosófico sobre "a matriz" do PS.

Esta é uma questão vital. A retirada da maioria não poderá ser um risco, para uma governação do País à direita (PSD+CDS)?

Será indiferente às esquerdas ter o PS ou a direita no governo, apesar de várias das políticas do PS serem de facto de direita?

Se ainda a perda da maioria absoluta significasse uma maioria relativa e esta viesse a favorecer uma governação mais à esquerda!! Haverá alguma forma disso acontecer ou é maior o risco de ganhos da direita em posição maioritária?

Haverá alguma forma de por de pé uma alternativa à esquerda sem PS e PC?

Há que analisar profundamente experiências e comportamentos anteriores. Mas há que registar que, em círculos pequenos de pessoas, estas questões e dúvidas são "preocupantes".


Comments:
Gostava que de uma vez por todas houvesse um governo proveniente deste Forum da esquerda e com respaldo eleitoral para que a sua responsabilidade fosse efectiva.
Gostava de ver o sr.Louçã a fazer crescer o défice aí até aos 10% o Sr. Alegre a cuidar dos descontentes e deserdados, do (re)inicio da estatização de varios sectores da economia,etc...enfim o País não durava um ano.
É facil ser dogmático e populista.

O papel da extrema esquerda em Portugal sempre foi o de fazer o jogo da direita.Olhe-se para o PSD de hoje e vejam-se quantos dos principais militantes não vêm dessa área politica...pelos vistos muitos mais hão-de vir.
 
O BE e Manuel Alegre querem tirar a maioria ao PS para dá-la a Manuela Ferreira Leite. Estão com saudades de um regresso do cavaquismo...de saias.
 
Este sr. abel de freita afirma que este Governa governa à direita, onde fundamenta a sua tese, para fazer tal afirmação absurda? O que é para si governar à direita é para a maioria dos prtugueses governar à esquerda, como eu penso. Alias nunca um governo encetou e criou tantas medidas sociais como este.
Será para si governar à esquerda, como se governa em cuba,china, zimbabué, coreia do norte e mais alguns como estes. A sua governação de esquerda não passa de um simulacro de governação, corporativa, social-fascista e ditatorial.
A esta governação de "esquerda" os portugueses dizem não.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?