.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-01-12

 

DESABAFOS DE UMA INSULAR

Sabiam que na Madeira para ter acesso à SIC e TVI somos obrigados a assinar o serviço de TV Cabo?
Que a diferença entre insularidade e interioridade é que nas ilhas os comboios não passam?
Que uma rapidinha de fim de semana a Lisboa, se não for bem planeada, pode chegar aos 500 euros, num percurso de uma hora e meia de avião?
Que confundir a Madeira com Jardim é a maior estupidez politica?
Que a Madeira foi a única região do país onde Mário Soares não fez uma presidência aberta?
Que os madeirenses gostariam de ter tido, durante o mandato do PS que este ano termina, uma visita oficial do nosso primeiro ministro à Madeira?
Que é errado dizer-se que os madeirenses são todos Alberto João e que está tudo vendido ao poder?
Que muitos dos que criticam o sistema politico regional chegam à ilha e desfazem-se em lambe-botas?

Que parva sou! Tinha-me esquecido que Jaime Gama foi o coveiro do défice democrático.

Mas uma coisa é certa. Os madeirenses começam a sentir-se abandonados por falta de referências da República. Estou farta que confundam a árvore com a floresta. Nas últimas legislativas, o PS conquistou na Madeira três deputados, o mesmo número que o PSD. Será que isto não diz nada?
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?