.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-01-01

 

Primeiro dia de 2009 e o EURO

Enquanto se aguarda a 2ª mensagem de Cavaco Silva neste dia de ano novo e alguns constitucionalistas avançam que o Presidente, para ser coerente com a dureza e "rudeza" de linguagem usada na 1ª, deveria dissolver a AR, há acontecimentos que marcaram o Mundo em outras épocas e mesmo actualmente não podemos esquecer as guerras e, em especial, a de Israel/Hamas e do eventual corte hoje do gás à Ucrânia.

São situações delicadas e duras para os povos que vivem estas situações.

Mas dois acontecimentos separados no Tempo por 40 anos quero deixar aqui referidos.

A proclamação da Revolução em Cuba em 1 de janeiro de 1959 (50 anos) e o Euro em 1999 (10 anos).

Hoje mesmo a Eslováquia adere ao Euro e assim já lá vão 16 países europeus com esta moeda. Há 10 anos foram 11 os que iniciaram este caminho.

Os governos europeus da zona euro gostam de lembrar que as taxas de inflação nunca estiveram tão baixas e controladas, como após a criação da moeda única que ainda tem um longo caminho pela frente quer na Europa quer como moeda internacional.

O governo cubano (antes Fidel e hoje Raul) também gostam de recordar que a Revolução cubana valeu a pena, apesar da opinião dos seus detractores. Foi o que disse ontem Raul de Castro e certamente hoje irá repetir nos festejos de comemoração da revolução.


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?