.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-02-26

 

Combater o terrorismo com terrorismo. Mesmo que contra inocentes

Binyam Mohamed é o primeiro prisioneiro de Guantânamo a ser libertado após a eleição de Obama e encontra-se em Londres.
É etíope foi preso (sem fundamento) aos 23 anos e passou os últimos 7 anos preso e submetido às mais brutais torturas e humilhações, em prisões da CIA em Marrocos, Afeganistão e em Guantânamo onde (sobre)viveu numa jaula de rede aberta à intempérie.
Foi apenas 1 dos milhares que foram presos por suspeitas não confirmadas, à margem da lei, na onda de terrorismo desencadeada pela outra América que assim se vingava, em vítimas inocentes, do terrorismo de que foi alvo, dirigido por Bin Laden, cuja família e amigos foram financiadores, protectores e protegidos da família Bush.
Binyam Mohamed passou por Portugal em voos secretos da CIA durante o Governo de Durão Barroso, em 2002 e depois já no de Santana Lopes, em 2004,que para não criarem embaraços àquela América não deram por nada (confirmado aliás pelo actual MNE).
O DN dedicou ao assunto duas páginas, ontem, mas Ana Gomes explica tudo melhor aqui
Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?