.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-02-24

 

A Cruzada Nun'Álvares

A Revolução de 1910 abriu várias clivagens sócio-políticas no seio do País. A mais falada foi, sem dúvida, a religiosa tendo o tema da secularização tornado-se uma questão central que perdurou praticamente, embora com apaziguamentos daqui e dali, durante todo o período da República.

A questão de regime uma outra clivagem importante, com alguma visibilidade logo nos primeiros anos de República, depois com a ditadura de Sidónio Pais, etc, foi sofrendo um certo adiamento.

Na década de 20, sob a unidade da Cruzada Nun'Álvares processa-se entre sidonistas, integralistas, católicos e fascistas, a reorganização da extrema direita, que vem a ter um papel decisivo nos movimentos anti República posteriores e designadamente no 28 de Maio de 1926, na medida em que sobretudo os integralistas tinham uma grande influência nas forças armadas.

Ora inspirado este movimento de Cruzada Nun'Álvares na própria personalidade e feitos do Santo Condestável, ficou assim projectado ao longo de 48 anos o impacto no PIB de mais este santo. Desta forma, esforcei-me por dar pistas ao autor do comentário anónimo no meu post anterior: A 26 de Abril Portugal tem novo santo.


Comments:
O PIB está demonstrado: 48 anos de Ditadura militar e de Estado Novo. Um PIB a descontar em que o atraso do País, independentemente das asneiras da democracia, levou à situação presente.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?