.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-03-03

 

Como domar o monstro da crise à solta?

O presidente da CGD foi chamado ao Parlamento para explicar bem o negócio com Manuel Fino. É que necessita mesmo de explicar bem como gere os milhões que não são dele mas do contribuinte. E se 62 milhões pagos acima da cotação agora porque senão perderia 81 milhões não parece grande explicação. É que se o negócio agora foi o menos maus possível então é porque antes deve ter sido um mau negócio. Emprestar milhões para especulação bolsista (compra de acções do BCP) sem garantias suficientes. E falta ver como evoluirão as acções da CIMPOR no mar encapelado da crise com cujo apocalipse final nos assustam todos os dias.
A grande crise desnudou bancos, banqueiros e especuladores. Gente fina e acima de toda a suspeita. O espectáculo é de filme de gangsters. Nem todos e nem tudo. Nem a mior parte mas é gente "seriíssima" a mais. Revelando um mundo para muitos insuspeitado. O governo global da alta finança que por sua vez governa em grande medida os governos dos países.
Há quem pense, não percebendo o mundo em que está, que do "caos possa surgir a ordem" e julgue estar a realizar-se a profecia do fim do capitalismo (e para o início de quê exactamente?) e ache que quanto mais caos mais ordem (ou socialismo!) virá. Mas se todos devemos procurar influir para que o que venha a seguir seja melhor que o filme à vista é bom não ter muitas ilusões porque os principais agentes da "mudança" são ainda os agentes da crise ou os seus cúmplices, ou simplesmente fiéis prosélitos. E esses o que tentam é domar o Bicho, limar-lhe as garras para que volte a funcionar como antes ainda que com menos surpresas e não eliminá-lo.

O busílis está em como substituir estes agentes (ou o sujeito desta história de horror) pelos que representem verdadeiramente as interesses das suas vítimas e da economia real. E saibam como dominar o indispensável sistema financeiro global que tanto pode atingir a humanidade pelos seus excessos como pela sua míngua.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?