.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-08-31

 

BANZAI (2)


O terramoto político que atingiu o Japão há algumas horas atrás, mostra, sobretudo, a vontade de mudar, a esperança e uma aposta no futuro. Mostra, também, que vale a pena o trabalho de aproximação de forças em busca de um denominador comum, e que a constituição de novos blocos políticos está cheia de virtualidades. O Partido Democrático do Japão (DPJ), que somava, há cerca de 3 horas, 308 lugares na câmara baixa do parlamento, tivera apenas 112 mandatos nas eleições anteriores. O seu processo de constituição arrancou em 1998. Uma década depois, derrota o Partido Liberal Democrata que obteve agora 119 lugares, contra os 300 das eleições anteriores.

Os restantes partidos com representação na câmara baixa do Parlamento, perdem influência (caso do Komeito, que passou de 31 para 21 mandatos), ou mantêm-se (Partido Comunista do Japão, com 9 lugares, e o Partido Social Democrata, com 7).

Algo vai mudar, enfim, no Japão. Aquém do desejo de muitos, é certo, mas com inegáveis consequências nas políticas sociais, no investimento público e na política externa.

Banzai!

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?