.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-08-20

 

Calor (3)

Semenya may have won the race comfortably but Great Britain’s Jenny Meadows judged her finish to perfection to claim a bronze medal

Caster Semenya tornou-se um quebra-cabeças para a Federação Internacional de Atletismo (IAAF), e para vários interesses prejudicados pelos excelentes resultados que a atleta sul-africana tem conseguido. De desconhecida, há cerca de seis meses, surpreendeu ao ganhar uma série contínua de provas, coroada, ontem, com a melhor marca obtida no Campeonato do Mundo de Atletismo, na prova dos 800 metros, em Berlim.

Impende sobre ela a suspeita de poder ser hermafrodita.

A gaja passa à frente de todas num instantinho, e parece ganhar com relativa facilidade..., logo, não deve ser mulher...

Bom: a IAAF determinou o "teste do sexo". Veio aquele cortejo de peritos (ginecologistas, endocrinologistas, psicólogos, internistas, radiologistas e urologistas), que observou Semenya e prepara um relatório para breve.

Se concluirem que Semenya é mulher, tudo bem. Guarda os seus títulos e continua por aí fora, por cima das figas que lhe fazem quando corre. Porém, se for incluída na categoria que tem "problemas na determinação do sexo" (o PÚBLICO de hoje, na página 20 da edição em papel, informa que 1 em cada 500 ou 600 atletas tem esse tipo de "problema"), tudo fica em aberto.

É uma questão interessante.

Porque não terá ocorrido à Federação Internacional de Atletismo verificar a identidade sexual dos desportistas cujo baixo desempenho poderia fazer supor que têm falta de hormonas masculinas?

Verificar a identidade sexual de uma vencedora não porá demasiado a nu uma divisão sexual demasiado tradicionalista das modalidades desportivas?

Não era suposto o ideal desportivo contribuir para a dignidade da pessoa humana?

Aí está mais uma prática vergonhosa que parece passar despercebida ou ruminantemente consentida, nestes dias de calor.


Comments:
o sr Correia é um ingénuo nato , nada a fazer !
o Bernardes
 
... e o Sr. Bernardes um ser maduro e perspicaz. Mas porquê? Digo-lhe de bom grado se me contar porque me acha ingénuo.
Cumprimentos
 
Sei que não está de acordo mas o problema aqui está mesmo no nome. Ora vejamos Semen+ia: força que corre, 'ke vai', traduz-se assim, não é? MAs não há mais questão...!...
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?