.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-09-25

 

D. José Policarpo com algum humor

D. José Policarpo considerou, ao falar para a comunicação social, que o anúncio público de Belém da vinda do Papa em 2010 no 13 de Maio constituiu um alívio para a Igreja portuguesa porque esta estava obrigada ao sigilo, pelo menos até à data das eleições legislativas.

No entanto, foi dizendo que era "mais simpático" que tal novidade tivesse sido anunciada em data combinada entre a Igreja e o Presidente Cavaco Silva.

Não sabemos as intenções de Cavaco Silva nesta antecipação. Certamente dar algum relevo a Belém (no meio do nevoeiro existente) da aceitação do convite pelo Papa.

Mas não será que, em termos de diplomacia política, teria feito melhor trabalho, se tivesse repartido com a Igreja portuguesa esta declaração?

Teria pelo menos evitado o humor simpático de D. José Policarpo

Comments:
Ui, ui!

Cavaco anda mesmo vigiado por todos. Até o Policarpo lhe dá ferroadas em público. Quando o Eng. se benze, é natural. Quando Cavaco anuncia a vinda do Papa, aqui d'el-rei.
Depois da paranoia anti-sócrates, assistimos agora à histeria anti-cavaquista.

Mas que país!

A. Teixeira
(Viva a Química)
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?