.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-09-22

 

Desmontado o golpe de Belém?

Demitir Fernando Lima é um acto no mínimo deselegante por parte de Cavaco Silva. Um acto de puro nervosismo político, na tentativa de lavar daí as suas mãos.

Nos dias de hoje haveria outras formas recomendadas. Uma mais elegante seria o próprio pôr o cargo à disposição. Muitos anos de trabalho em conjunto com pontapé nas costa é duro, mesmo tendo havido um entendimento pessoal. Tudo isto assemelha-se mais a um acto de desespero.

Mas, o mais grave a crer nas afirmações de Maria João Avilez, ontem, julgo que na SIC, houve pelo menos mais uma fonte de Belém a dar informações ao Público. Será por acaso essa outra fonte o substituto de Fernando Lima? É de admitir tudo em cenário de golpe.

Será que as demissões em Belém são para continuar? E até onde?

Os líderes e os partidos políticos estão a reagir de forma moderada a toda esta encenação. Apenas Louçã e Jerónimo de Sousa foram um pouco mais longe e bem na reacção à demissão de Fernando Lima, pondo em relevo as contradições do Presidente no percurso deste golpe e reafirmando que está tudo por clarificar. O PS foi mais prudente e a direita considera tudo clarificado.

Partidos e líderes façam o jogo político que consideram mais conveniente.

Um cidadão como eu entende que Belém tentou condicionar a liberdade de voto das próximas eleições.

Afinal, a Presidência alinha com Ferreira Leite. O melhor seria suspender por seis meses a democracia e pôr em S. Bento um governo do agrado de Belém.

Etiquetas: ,


Comments:
mas se o gaijo é um provinciano expedito e sem sentido de estado , o que quer você , com essa da elegãncia ... Corte e costura do alfaiate --- Poupe-me !
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?