.comment-link {margin-left:.6em;}

2009-12-11

 

Armando Vara na Judite de Sousa

- Olha o Vara está ali na RTP!!
Levantámo-nos da mesa e recostámo-nos nos acolhedores sofás de pele do nosso abastado anfitrião para assistir, entre o café e o whisky, ao Armando Vara.
No fim adiantei-me
- O testemunho do banqueiro não podia ser mais convincente nos seus protestos de inocência - percebi logo pela cara da Berta que não lhe caíra bem tê-lo tratado por banqueiro. Adiante – Estão a ver ? Ele até quer que se levante o segredo de justiça para se poder defender perante o "tribunal popular" dos jornais e das televisões que já o condenaram. E não repararam na resposta à Judite quando ela lhe perguntou com aquela carinha na água «E a notícia do Sol, a notícia do Sol?» Tudo mentira – disse indignado o Vara - não tem uma letra de verdade, é uma falsidade do princípio ao fim e explicou tim tim por tim tim.
- O homem tem razão está inocente. O procurador (não o juiz) é que é um grande… bom e a comunicação social que através dele quer atingir o Sócrates.
- Bem…- resmoneava a Berta.
- Qual bem qual carapuça – excedia-me eu, porque afinal estava em casa dela. E o marido calado.
- Ele explicou que chegou a banqueiro e não foi por favor do Sócrates. Aliás, explicou, não devo nada a Sócrates. Quando ele chegou ao PS já eu estava no partido…
- Pudera andava ele no PSD …
- Desculpa lá Berta deixa-me acabar...  Quando Sócrates chegou a deputado eu já era deputado, quando ele foi Secretário de Estado eu também fui, quando foi ministro também eu fui ministro. Quando me afastei da política activa com as difamações da Fundação … voltei à minha entidade empregadora. Voltei à CGD. Como sub-director. Depois fui promovido a director entretanto tinha-me licenciado…
- Deve ter sido na Independente…
- Lá estás tu! Arre gaita… e disse ele - fiz uma pós-graduação. Fui escolhido para a Administração da CGD não foi pelo Sócrates foi pelo ministro das finanças, pelo ministro Teixeira dos Santos. E o trabalho da equipa da CGD viu reconhecido o seu mérito em todo o meio bancário. Eu comecei a trabalhar aos 11 anos na CGD, em Vinhais na minha terra, e as pessoas achavam que um míudo pobre não devia ter ambições para mais do que a sucursal de Vinhais. Mas eu subi a pulso na vida à custa de muito trabalho, 40 anos de trabalho.
- Olha – agora era o João, o marido da Berta e nosso anfitrião – deixa-te disso, pá. A mim não me engana ele, nem ele nem o Sócrates, tudo corruptos, e isto é tudo teatro. Ele alguma vez tinha lá competência para ser banqueiro. Banqueiro!! Caixa em Vinhais ainda vá. É de bradar aos céus. Um aparelhista qualquer do PS,  lá de Trás-os-Montes.
Calei-me. Afinal estava em casa dele, na Lapa, e além de meu amigo é pessoa experiente e com muita vida, Nova Iorque, Los Angeles, S. Paulo, Hong Kong, Londres, Paris, um Mercedes e um Jaguar na garagem.
Mas fiquei a pensar. Realmente... um Zé Ninguém, paquete aos 11 anos em Vinhais, chega a banqueiro em Lisboa? Mas quem é ele?… é Espírito Santo? Champalimaud? Amorim? Azevedo? Botton? Roque?
Realmente... vindo do nada... mérito?
Fizemos uma votação. Dos dez que ali estávamos ao jantar, entre homens e mulheres, as posições relativamente ao Armando Vara seguiam o guião partidário. Quatro do PS inocentavam-no, dois mais ou menos independentes tinham dúvidas e os outros entre o PCP e o BE tinham a certeza que ele estava enterrado até ao pescoço na corrupção.
Começámos a sair com muitos beijinhos e cheios de certezas.

Comments:
Não tem humor nem inteligência quem quer. Talvez conviesse a Raimundo Narciso dar uma olhadela ao que escreveu Correia Pinto sobre o mesmo assunto no blog Politeia
 
Excelente texto, tanto no conteúdo como na forma. Isto não é para todos.Fico cá com uma inveja!
 
Já agora, sem guião partidário...Quando o AV (administrados dum banco e, presume-se pessoa muito ocupada) diz que recebeu o Godinho para lhe indicar o caminho para a sede da EDP é para ficarmos a pensar o quê? Que ele no BCP tinha o pelouro das pessoas perdidas em Lisboa?
 
Estou novamente ao serviço.

Alentejanando/Isidoro de Machede
 
Raimundo:
Eu só alteraria o título:
VARA NA JUDITE
abraço
CP
 
Caros comentaristas e analistas obrigado pela visita.
Meu caro CP. Bem apanhado esse proposto título. No entanto... não sei como encaixaria em Seara (alheia :))
 
este fulano é mais uma ovelha negra que deixa trás-os-montes muito mal visto tudo é bom para ele, acabem com estes corruptos cadeia e dinheiro roubado a quem de direito.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?