.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-02-19

 

As Presidenciais e a Esquerda

Com a candidatura de Fernando Nobre a Belém, que hoje formalmente se apresenta, fica completa em todas as frentes a confusão reinante nas esquerdas.

O local mais indicado para esta apresentação não seria o padrão dos descobrimentos, mas a praça em frente ao Palácio de Belém. Assim, Cavaco Silva, o candidato de toda a direita unida, poderia apreciar melhor e lá no seu íntimo rir-se ainda com mais gosto. Hoje, dia feliz, para Cavaco Silva. Uma grande prenda.

Nada contra Fernando Nobre como pessoa e como homem, com uma obra de grande mérito na AMI.

Mas não posso deixar de me interrogar, o que pretende ele (eles) com esta candidatura?

Não sou suspeito de grande apoiante de Alegre como político. Manifestei-me neste blogue apoiante de Mário Soares então Mas aprendi algo. A existência de duas candidaturas mais pojantes nas esquerdas só beneficiaram a eleição de Cavaco Silva, exactamente o político que não queria ver em Belém.

Temos agora mais uma reedição do mesmo.

Comments:
Caro João Abel,
Vou fazer link.
Obrigado.
Um abraço.
 
Você apoiou o Dr. Soares e confessa, Raimundo Narciso? Gabo-lhe a honradez.
 
Acabei de enviar para o lixo, três links (dois ligavam o mesmo destino)que aqui foram plantados para funcionarem como cartazes de propaganda de dois sítios da rede.
A política editorial deste blog não consente propaganda de quem quer que aqui a venha fazer sem uma boa razão e uma, a mais natural e óbviamente aceite, é a de referir o puxapalavra ou um dos seus artigos no seu sítio ou blog, para dizer bem, dizer mal ou o que lhe parecer.
Esses são benvindos e tem o nosso agradecimento.
Os outros, os parasitas... vão para o lixo. Desculpem lá qualquer coisinha.
 
Deixando a questão programática de lado e embora esta não seja de menor importância, analisemos:
1. Cavaco vencerá sempre na primeira volta se obtiver 50%+1 dos votos: independetemente da esquerda ter 1 candidato, 2 candidatos, 3 candidatos...
2.Cada voto em branco da esquerda é um voto em cavaco - cada voto conquistado pela esquerda, são dois votos a menos para Cavaco.
3. É possível derrotar Cavaco numa segunda volta. Para isso é preciso que a Esquerda capte todo o seu eleitorado e eventualmente conquiste algum a Cavaco.
4. A pluralidade de candidatos à esquerda dá força à esquerda!
5.saibam todos assumir a responsabilidade última de querer derrotar Cavaco na segunda volta, independemente de quem conquistar esse direito legítimo na primeira volta.
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?