.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-03-15

 

[1953] Ainda a alteração "estalinista" dos estatutos do PSD

«Na opinião do antigo ministro e ex-líder do partido [Marques Mendes] , "uma norma desta natureza pode retirar ao PSD autoridade moral e política para criticar o governo quando se fala na tentativa de limitar a liberdade de expressão".
Luís Filipe Menezes vai ao encontro da mesma ideia: "Qual é a autoridade moral do PSD para estar a falar da tentativa de controlo dos órgãos de comunicação social e de limitação da liberdade de expressão e passar este sinal de dentro do partido?"
...
«A líder cessante é que aplaudiu a proposta de Santana Lopes. "Acho muito bem", disse Ferreira Leite.
Jorge Bacelar Gouveia... : "Põe em causa o princípio sagrado do Estado de Direito da liberdade de expressão", refere o deputado que também é constitucionalista.
O penalista Costa Andrade também considera as novas normas estatutárias do PSD "politicamente inaceitáveis e constitucionalmente insustentáveis". E lembra que "o PSD é um partido de liberdade, onde as ideias se impõem pela sua validade intrínseca e não pelo silenciamento dos que pensam coisa diferente".
O constitucionalista Pedro Bacelar Vasconcelos considera igualmente que aquela norma sancionatória "é perigosa" porque indiciadora de um "limite à liberdade de expressão". [link]

E assim num minuto se pode perder o trabalho de meio ano. A raposa anda há meses disfarçada de guarda do galinheiro, a defender a liberdade de expressão perdida pela Lusitânia, a segurar o "Estado de Direito ameaçado" por Sócrates (ou mesmo perdido, na versão europeia de Paulo Rangel) e agora, num momento de pura leviandade, à "menino guerreiro", vai a raposa alça o rabo lampeira e revela que o guarda do galinheiro não é guarda mas raposa esfomeada.
Há dias em que não se pode ir para congressos.

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?