.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-04-12

 

O congresso do PSD

O que parece decorrer do Congresso e sobretudo do discurso de Pedro Passos Coelho é uma nova forma de oposição ao PS. Em vez do ataque directo, da estratégia de confronto, da quase banalidade em que estão a cair os CPI's, o caminho vai centrar-se agora na apresentação de políticas alternativas.

Se a ideia era boa, Pedro Passos Coelho não arranca bem. Pouca gente estará convencida de que o mal deste País está na Constituição.

Esta saída dá mais a ideia daquele menino que ainda não aprendeu a lição, mas já se acha preparado para fazer uns quantos jogos florais sobre a matéria, no sentido de ir convencendo o professor.

Agora o povo português não vai em jogos florais e quando lateralmente se ouvem dirigentes do PSD a defender a necessidade de baixar salários e reformas, a revisão da constituição ainda menos colhe. Isto ligado à ideia clara defendida por Passos Coelho de tirar o Estado de tudo dá para ver o caminho que deste PSD nos espera..



Comments:
Miguel Frasquilho falou em baixa de salários e das reformas da plebe, função pública. Esqueceu-se dos gestores do Bloco Central que recebem fortunas ofensivas da dignidade deste país. Pedro Passos Coelho vai despromovê-lo certamente. Não é que não concorde, mas é inoportuno.
 
Caro João Abel,
Vou fazer link.
Abraço.
 
Cara Ana Paula,

Fico-lhe muito grato.

Abraço
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?