.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-07-24

 

Tecido anti- sujidade em breve

Em breve estarão no mercado, fruto da investigação portuguesa, vários produtos anti-sujidade.

Em Famalicão, no Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes (CENTI) foram concebidos tecidos que resistem aos efeitos do café, vinho, azeite, etc, e que, por isso, podem ter aplicação na produção de toalhas de mesa, guardanapos e até interruptores de iluminação. Têm ainda uma outra vantagem. São feitos com substâncias amigas do ambiente. Quem nos diz que não poderão ter outras aplicações como em teclados vários que sujam com muita rapidez?

É de realçar que este é um caminho promissor para certos sectores da economia portuguesa entre eles o têxtil e o calçado.

É ainda de realçar que esta investigação surge de uma colaboração entre empresas, centros tecnológicos dos sectores e o CENTI, prevendo-se para breve a chegada ao mercado dos produtos destas descobertas com efeitos positivos na facturação das empresas que se empenharam nos projectos.

Etiquetas: ,


Comments:
Um tecido apropriado para fazer as fatiotas dos governantes
 
Não. Para esses no activo ou na oposição não há tecido que lhes tire as nódoas porque são eles as próprias nódoas
 
Publicar um comentário



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?