.comment-link {margin-left:.6em;}

2010-12-23

 

Portugueses de Memória Curta?

Não sei se de facto a nossa memória colectiva e individual é curta.

Mas muita gente tenta fazer-nos esquecer situações públicas, menos agradáveis ou até melindrosas da sua vida, sobretudo em tempo de eleições, sobretudo quando candidatos.

Há dias no debate entre os candidatos Francisco Lopes e Cavaco Silva, Francisco lopes encavacou Cavaco Silva sobre o caso BPN e das suas ligações com os homens fortes que levaram à falência aquele banco pelos desvios efectuados e outras tramóias, designadamente Oliveira Costa e Dias Loureiro. Cavaco fugiu à questão incómoda.

Cá fora, no entanto, respondeu que nunca tivera nada a ver com o BPN, que nunca comprara ou vendera nada ao BPN.

Cavaco Silva sabe que com esta resposta foge à verdade.

Cavaco Silva fez negócio com acções da SLN , a sociedade detentora do capital do BPN e sabe e a comunicação social referiu que Cavaco Silva obteve com as acções adquiridas em seu nome e da sua filha uma situação privilegiada pois vendeu-as com elevado lucro.

Como a SLN não era cotada só graças a conhecimentos e compromissos muito fortes dentro do grupo grangeou essa situação de privilégio.

Poderá dizer-se. 350 mil euros, sensivelmente o lucro da família Cavaco neste negócio, não é coisa de monta, comparados com os milhões de Dias Loureiro e Oliveira e Costa. É verdade.

Mas Cavaco Silva nunca explicou essa situação. Andou sempre a fugir e agora vem tentar branquear o sucedido na sua qualidade de Candidato.

Será que os portugueses informados se esqueceram já deste facto?

Etiquetas: ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?