.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-02-24

 

Porque razão Portugal convence pouco os mercados?

Apesar dos esforços do governo português como terá sido a situação de 2010 em que os valores do défice público vão acabar por situar-se abaixo dos 7,3% (6,9%), há algo de que os mercados desconfiam.

Em primeiro lugar, este valor final decorre de alguma "engenharia financeira", o fundo de pensões "adquirido." Em segundo lugar, o desempenho de 2010 em termos de redução da despesa pública foi um desastre. Foram as receitas normais e extraordinárias que sustentam o défice final.

Ora, estas duas situações são pouco sustentáveis, ou seja, são pouco sãs na recuperação da economia.

Por outro lado, o esperado não crescimento da economia portuguesa para 2011, apesar das graves medidas tomadas, também não ajudam em nada.

E daí cada vez mais Portugal a descolar de Espanha, apesar da situação espanhola ser mais grave, mas apresenta melhores indicadores estruturais. Espanha foi apanhada muito pela crise do imobiliário, mas os seus problemas de fundo são menos graves. Portugal tem uma dívida externa muito superior que Espanha e a recuperação desta dívida é muito mais complicada.

E assim , os mercados financeiros entendem que a economia portuguesa é de maior risco.

Etiquetas: , ,


Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?