.comment-link {margin-left:.6em;}

2011-04-08

 

Denúncia contra as três agências de Rating

Um grupo de economistas portugueses vai entregar na Procuradoria da República um documento onde se denuncia que as três agências de Rating americanas violam uma série de procedimentos legais, pelo que a sua notação é enviesada e prejudicial às economias e empresas.

Desde logo, como diz o Professor José Reis, um dos subscritores dessa denúncia em entrevista hoje ao DN, as leis da concorrência, uma vez que as três agências - Moody's, Fitch e Standard &Poor's - dominam 90% do mercado das notações.

Outro domínio é o do conflito de interesses. Estas agências são participadas ou por grupos financeiros ou por fundos financeiros que têm interesse em que as taxas de juro sejam elevadas em países como Portugal, Espanha , Grécia, etc, porque são detentores de milhões de euros da dívida destes países.

Assim são as próprias agências que beneficiam indirectamente, pelo menos da notação que dão e neste caso quando mais baixa a notação melhor.

Outra área de enviesamento é a utilização da informação privilegiada, não pública, quer ao nível dos orçamentos quer das empresas.

Neste contexto, esta denúncia sendo mais do que justa é também um alerta à sociedade para que pense na engrenagem do que é o sistema financeiro sobretudo ao nível dos grandes grupos dominantes e, não fique indiferente a esta situação.


Comments:
Os juristas, os engenheiros e os economistas têm, desde há séculos,contribuído com as suas propostas para que este país esteja entregue à bicharada (da pior).
Pelo menos não é mau que uma vez, na visa, se redimam (neste caso, alguns economistas)
A. Santos
 
Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?